Programa de Educação para o Trânsito forma 5ª turma e cria agentes de trânsito mirins

28/08/2017

O Programa de Educação o Trânsito (PETRA) da Prefeitura de Viçosa concluiu com sucesso mais uma etapa de atividades. Desta vez, 120 crianças do 4º ano do ensino fundamental da escola estadual Madre Santa Face, localizada no centro, foram contempladas.

A solenidade de formatura da turma aconteceu na última sexta-feira (25) e contou com a presença de familiares, professores e autoridades como o vice-prefeito Arnaldo Dias de Andrade; a secretária de Educação, Ana Louricélia Chagas Monteiro; o diretor de Trânsito, Lidson Lehner; o chefe do departamento de Segurança no Trânsito, Renaldo de Faria e a chefe do departamento de Educação no Trânsito Juliana Ladeira. As professoras Leila da Conceição Coura e Patrícia Fontes, respectivamente diretora e vice-diretora da escola, também prestigiaram e compuseram a mesa de honra.

Criado em 2015, o programa chega em sua 5ª etapa com a premissa de formar multiplicadores de ideias e posturas para um trânsito mais seguro. Em cada etapa, a Diretoria de Trânsito promove aulas, dinâmicas e atividades que evidenciam os fatores de risco do trânsito, as questões de ética e cidadania e o respeito ao próximo. Mais de 560 alunos de todas as 10 escolas municipais que possuem turmas de 4º ano já passaram pelo programa.

“Viçosa possui 44 mil veículos emplacados na cidade, além dos milhares de veículos da população flutuante que circulam em nossas ruas. Para uma cidade do interior, o trânsito já está saturado. A situação é preocupante, mas ações educativas como o PETRA são excelentes ferramentas para amenizar o problema, ou pelo menos fazer com que convivamos em harmonia e respeito no trânsito”, disse o diretor da pasta, Lidson Lehner, em sua fala na abertura da solenidade.

O sucesso e a efetividade do PETRA como política pública de prevenção fizeram com que o projeto ganhasse o 14º Prêmio DENATRAN, no quesito Educação, em 2015. Agora o programa está sendo ampliado com o desenvolvimento dos trabalhos junto às escolas da rede estadual. A escola Madre Santa Face estreou a nova fase do programa, que vai contar com uma segunda etapa no segundo semestre. “Pela primeira vez vamos trabalhar um ano inteiro com uma mesma turma, através do projeto Agente de Trânsito Mirim, desenvolvido em parceria com o departamento de Segurança no Trânsito”, contou Juliana Ladeira.

A primeira corporação de agentes de trânsito mirins, composta de 12 crianças, foi eleita pelos próprios alunos do colégio em um processo eleitoral democrático, que contou com formação de chapas, campanha, votação em urna eletrônica simulada e apuração dos votos. “Foi um processo divertido onde trabalhamos também a cidadania, a importância da representatividade e da escolha”, narrou Ladeira. A partir de agora, todas as ações educativas da DIRETRAN, como blitzes, panfletagens e intervenções com condutores e pedestres terão a participação dos agentes de trânsito mirins.

No encerramento da cerimônia a psicóloga, perita, examinadora e especialista em psicologia do trânsito, Juliana Ladeira, fez um apelo aos pais. “O exemplo não é a melhor maneira de educar, é a única! Passo para vocês agora a responsabilidade de continuar educando para o transito essas crianças, para que no futuro elas venham a ser condutores mais responsáveis e prudentes do que os adultos de hoje”, finalizou.